A diversidade linguística como condição da diversidade do conhecimento científico

Sabine Gorovitz, Paula Clarice Santos Grazziotin de Jesus, Angela Erazo Munoz

Resumo


Neste artigo, problematizamos a tendência ao monolinguismo do inglês no campo da ciência como fenômeno que compromete a cientificidade e o acesso ao conhecimento. Além disso, busca-se destacar as relações assimétricas entre línguas e a necessidade de fortalecer o elemento local, a vitalidade da pesquisa sendo tributária da sua capacidade de circulação global, sem invisibilizações que minorizam a participação de línguas e seus falantes no campo da ciência.

Palavras-chave


Políticas Linguísticas; Educação Superior; Internacionalização; Multilinguismo

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



E-ISSN: 2359-1145

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza | Faculdade de Tecnologia de Itaquaquecetuba

Licença Creative Commons 2014-2021 | REGIT: Revista de Estudos de Gestão, Informação e Tecnologia
Av. Itaquaquecetuba, 711 (visualizar mapa)
Vila Monte Belo - Itaquaquecetuba - SP | CEP 08577-010