Políticas públicas no Brasil e a prática educacional: entre o lírico e o real

Lélia Zambrano

Resumo


O presente estudo tem como foco a questão da evasão escolar de alunos matriculados em cursos da Faculdade de Tecnologia de Itaquaquecetuba/SP. Procura definir o conceito de evasão, considerada como a interrupção de um processo iniciado pelo aluno na matrícula e que se expressa mediante o abandono, a desistência, o desligamento e o trancamento das atividades didático-pedagógicas desse aluno. A evasão é um processo decorrente de um conjunto de fatores, devendo ser apreendida tanto como processo individual do aluno como ser compreendida em âmbito do contexto socioeducacional mais amplo, mediada pelo projeto de uma Instituição de ensino e/ou de uma política pública educacional, constituindo também um projeto pedagógico.

Palavras chave: Evasão Escolar; Políticas Públicas Educacionais; Demandas


Palavras-chave


Evasão Escolar; Políticas Públicas Educacionais; Demandas

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



E-ISSN: 2359-1145

Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza | Faculdade de Tecnologia de Itaquaquecetuba

Licença Creative Commons 2014-2021 | REGIT: Revista de Estudos de Gestão, Informação e Tecnologia
Av. Itaquaquecetuba, 711 (visualizar mapa)
Vila Monte Belo - Itaquaquecetuba - SP | CEP 08577-010